segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Empresas investem em treinamento de trabalhadores temporários


Edição do dia 13/02/2012
13/02/2012 14h20 - Atualizado em 13/02/2012 14h50

Só na Páscoa devem ser gerados mais de 70 mil empregos temporários no Brasil. Funcionário deve aproveitar vaga para adquirir aprendizado técnico.
Veruska DonatoSão Paulo

Com a falta de mão-de-obra especializada, algumas empresas treinam os trabalhadores temporários para ocuparem futuras vagas fixas.
Como as empresas estão investindo em treinamento, é possível conciliar o emprego temporário com aprendizado.
Em duas semanas Fábio Lettang teve aulas de decoração, instalação elétrica e construção para aprender a vender. “Ele sabe o nome das peças. Quando a pessoa chega em uma loja e fala: ‘quebrou uma pecinha, queria saber se você tem’, ele vai poder ajudar melhor”, diz Marie Yomura Piovezan, diretora de marketing.
 “Se eu for para outra empresa, vou entrar com um nível de experiência melhor do que eu já tinha antes”, afirma. Fábio é curioso, uma qualidade essencial para quem quer ser efetivado em uma vaga.

“Você está desenvolvendo uma tarefa, mas quer aprender um pouco mais, precisa realmente solicitar ao teu empregador que te auxilie realmente e que satisfaça e preencha essa sua necessidade”, declara Jismália Alves, presidente da Asserttem - Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário.
Outra dica é interagir com os colegas como se você já fosse da equipe. Um resort em Alagoas contratou para os meses de dezembro, janeiro e fevereiro 120 funcionários temporários. Os que lidam com crianças, passaram por treinamento, foram orientados por uma psicóloga e até fizeram um curso de recreação de uma semana.
A abertura de vagas para temporários cresceu 5% em 2011, o número de contratos chegou a quase um milhão. Natal e férias são os melhores períodos. Só no ano passado foram gerados 150 mil empregos temporários. Durante o ano todo são criadas vagas deste tipo. Só nesse primeiro semestre, tem férias, carnaval, dia das mães e dia dos namorados
Para montar o elenco de "A liga da Justiça", só a fase de seleção durou três meses. Para participar do teste, um grupo teve que apresentar o registro de ator profissional, conhecimento em dança, canto, acrobacias e artes marciais.
“Me formei em artes cênicas, fiz milhares de outros cursos como sapateado, canto, circo porque na nossa área você tem que ter um pouquinho de cada coisa”, declara Amanda Blanco
Mesmo depois que ganhou a vaga, a empresa vai investir ainda em treinamento para que eles trabalhem com as crianças. Os atores também têm que cuidar do físico. “Tem também o lado do biotipo, a aparência precisa ser bem próxima do herói que ele vai representar”, declara Marcos Zambelli, gerente de conteúdo.
 

Postar um comentário

Na Realiza Cursos tem a profissão que coloca você no mercado de trabalho!