quinta-feira, 29 de março de 2012

Brasileira esfaqueada por namorado da mãe em Portugal está em estado crítico


Do R7

A paraense Erillen Ketrinne Xabregas Gaia, de 21 anos, que foi esfaqueada no último domingo (25) pelo namorado da mãe em Lisboa, Portugal, continua internada nesta quinta-feira (29) na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital de Santa Maria. A instituição disse ao R7 que o estado de saúde dela é crítico.

Erillen e a mãe, a também paraense Ester Xabregas, foram atacadas com uma faca no domingo pelo brasileiro Bruno Rodrigues Almeida, namorado de Ester. Almeida tentou matá-las por acreditar que as duas mantinham relações sexuais, de acordo com a imprensa local.
O Consulado Geral do Brasil em Lisboa confirmou ao R7 que Almeida “encontra-se detido para investigações preliminares”.
A representação diplomática também disse que acompanha as investigações junto às autoridades locais.

O ataque

Na noite de domingo, Bruno mostrou às mulheres uma gravação onde se ouviam barulhos num quarto onde estavam mãe e filha, segundo o diário Correio da Manhã. Ele acreditava que as duas tinham uma relação incestuosa.

Ester não teria aceitado as acusações e teria dito que queria se separar. Mas Bruno teria então trancado as duas dentro de casa antes de atacá-las.

Ester foi esfaqueada várias vezes no rosto e na cabeça, segundo o diário. A filha, para protegê-la, confrontou o agressor, mas também acabou sendo esfaqueada. Erillen teria levado vários golpes no abdômen, peito e pescoço. A jovem foi ainda atingida com um martelo de cozinha na cabeça.
Erillen está internada desde o dia 25, segundo a assessoria do Hospital de Santa Maria, sob cuidados intensivos. Sua mãe, Ester, já recebeu alta do hospital.

O R7 entrou em contato com a Polícia de Segurança Pública (PSP) em Lisboa, mas não obteve resposta até a publicação desta reportagem.
Postar um comentário