sábado, 24 de março de 2012

De volta ao time, Coelho prega obediência ao técnico Falcão


Lateral ficou praticamente um mês longe dos gramados por conta de um estiramento na coxa

Por GLOBOESPORTE.COM

O Bahia ganhou uma cara militar neste sábado. Tal qual um soldado, o lateral Coelho afirmou esta manhã, em entrevista coletiva, que está pronto para obedecer todas as ordens do técnico Paulo Roberto Falcão, e com direito a um ‘sim, senhor’ para cada determinação recebida.

- Se tiver que jogar, vou jogar. Se tiver que ficar no banco, vou ficar no banco sem problema nenhum. Estou à disposição do Falcão. O que o treinador falar eu estou fazendo. Se for pra entrar no segundo tempo estarei lá. Se for pra começar a partida eu começo. A ordem que ele der eu vou acatar – disse o lateral.

Coelho se machucou nos primeiros minutos do triunfo sobre o Fluminense de Feira, na 10ª rodada do Campeonato Baiano 2012. O lateral sofreu um estiramento na coxa e ficou praticamente um mês longe do time. Recuperado, o jogador agora enfrenta o desafio de readquirir o ritmo de jogo.

- Treinamos duas semanas a parte física. A lesão não tem nada. Sem dor há muito tempo. O ritmo de jogo é o grande problema, o grande vilão. A gente perde o tempo da bola e precisa de um tempo para voltar – afirmou o ‘soldado’ Coelho.
Neste domingo, o Bahia encara o Itabuna, no Estádio de Pituaçu, pela 17ª rodada do Campeonato Baiano. Coelho foi relacionado para o confronto, mas deve começar a partida no banco de reservas.
Postar um comentário

Na Realiza Cursos tem a profissão que coloca você no mercado de trabalho!