quarta-feira, 28 de março de 2012

Exames mostram que tumor de Lula desapareceu


POR MÔNICA BERGAMO

Os exames feitos nesta manhã de ressonância magnética e diagnóstica detalhados na garganta mostram que não há mais resquícios do câncer.

Os médicos evitam falar em cura, o que só poderá ser confirmado em cinco anos. Ao fim deste período, novos exames poderão constatar se o ex-presidente foi curado.

Lula já ligou para a presidente Dilma Rousseff, que está na Índia, para informar o resultado dos exames.
Lula também ligou para presidente da República interino, o deputado Marco Maia (PT-RS). De acordo com o deputado, Lula pediu que divulgasse a informação aos líderes partidários.

"Estou emocionado de tanta felicidade. Esta é a melhor notícia que poderíamos receber", disse Maia ao ex-presidente.

TRATAMENTO

O tumor foi diagnosticado em outubro do ano passado. Desde então, ele passou por três ciclos de quimioterapia e 33 sessões de radioterapia. O tratamento se encerrou no dia 17 de fevereiro.

Desde o início, uma operação estava descartada.

Entre o final de fevereiro e começo de março, Lula ficou uma semana internado por conta de uma pneumonia.
Nas últimas semanas, ele continuou a ir diariamente ao hospital para fazer sessões de fonoaudiologia.

O ex-presidente já havia feito exames em fevereiro, que não detectaram a presença do tumor. Mas, eles não eram considerados conclusivos porque a radioterapia ainda tinha efeito sobre o corpo de Lula.
Ontem, Lula recebeu a visita do seu antecessor e adversário político, Fernando Henrique Cardoso (PSDB). O encontrou que aconteceu no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, durou cerca de 50 minutos.
Postar um comentário

Na Realiza Cursos tem a profissão que coloca você no mercado de trabalho!