sábado, 3 de março de 2012

Nossa América


Criador de ‘Chaves’ e ‘Chapolin’ é hospitalizado no México

Roberto Gómez  (Chaves - Chapolin)
CIDADE DO MÉXICO - O comediante mexicano Roberto Gómez Bolaños, o “Chespirito”, foi internado em um hospital da Cidade do México, após ter passado mal durante um emocionante evento em sua homenagem organizado pela rede de TV Televisa, informou uma fonte próxima à família nesta sexta-feira (02). Chespirito, famoso por seus personagens Chaves e Chapolin, sofre de diabetes e tem um enfisema pulmonar por ter fumado durante quase toda sua vida, o que o obriga, aos 83 anos, a usar um respirador artificial. “Ele é muito nervoso, não gosta de multidão e foi grande a pressão e o impacto (da homenagem). Isso o emocionou muito e afetou sua pressão”, disse à agência Reuters Gabriela Martínez, assistente de Florinda Meza, esposa de Chespirito e que encarnou a personagem de Dona Florinda em “Chaves”. Gómez Bolaños foi hospitalizado na noite de quarta-feira e deve receber alta no domingo, acrescentou Martínez. Chespirito, que vive em Cancún, viajou para a Cidade do México para a homenagem e sofreu os efeitos da altitude da cidade, disse seu filho Roberto Gómez Fernández. A capital mexicana fica a mais de 2.200 metros acima do nível do mar.
“Ele está cansado por conta do evento que tivemos na quarta. Disseram que ele precisa do máximo de repouso possível (...) Essas mudanças o afetam um pouco, mas ele está muito, muito bem”, contou Gómez, produtor da mexicana Televisa, onde as séries de Gómez Bolaños são exibidas até hoje.
Martínez confirmou que provavelmente o comediante e roteirista de séries e filmes receba alta no domingo, logo que seja submetido a um tratamento para seu enfisema. Em um fenômeno completamente incomum na televisão, seus personagens criados na década de 1970 continuam sendo exibidos em canais de vários países da América Latina, sendo uma verdadeira mina de ouro para a Televisa.
Postar um comentário