sábado, 7 de abril de 2012

BILIONÁRIO QUE INSPIROU FILME 'O SENHOR DAS ARMAS' É CONDENADO


DONO DE UMA FORTUNA DE US$ 6 BILHÕES, RUSSO VIKTOR BOUT FOI SENTENCIADO A 25 ANOS NOS EUA

Eternizado na atuação de Nocolas Cage, Viktor Bout, conhecido negociante de armas que inspirou o filme "O Senhor das Armas" e dono de uma fortuna avaliada em US$ 6 bilhões, foi condenado nesta semana a sentença de 25 anos de prisão, nos Estados Unidos. O ministro de Relações Exteriores da Rússia criticou hoje (6/04) a decisão. Para Sergey Lavrov, a sentença foi "infundada e tendenciosa". Ele prometeu tentar levar Bout para a Rússia.

Bout, que já foi chamado de "mercador da morte", foi sentenciado em Nova York, após sua condenação por terrorismo. "É mentira!", gritou ele em inglês, durante a sentença, proferida na quinta-feira. Bout está detido desde que foi preso, quatro anos atrás na Tailândia. Na época, ele se reuniu com agentes da Agência Antidrogas dos Estados Unidos (DEA, na sigla em inglês), que se passaram por representantes de um grupo terrorista colombino. Ele foi extraditado para os Estados Unidos em 2010.

Os promotores descreveram Bout como um dos piores vilões de todo o mundo. Eles afirmam que o homem de 45 anos estava pronto para vender US$ 20 milhões em armas que incluíam mísseis terra-ar que podem derrubar helicópteros norte-americanos. Bout afirma que é um empresário que faz negócios legítimos.

Mas a operação que levou à captura de Bout na Tailândia parece ter jogado a seu favor. A juíza distrital Shira Scheindlin disse que a pena de 25 anos de detenção - e não prisão perpétua como queria a promotoria - era suficiente e apropriada para o caso, porque não há provas de que Bout buscava ferir norte-americanos caso não tivesse havido a aproximação de agentes que se passavam por rebeldes colombianos. "Se não fosse pela abordagem feita por meio da operação, não há razão para acreditar que Bout teria cometido os crimes pelos quais foi acusado", disse.

Durante quase duas décadas, Bout construiu uma operação aérea global de transporte de carga, acumulando uma frota de mais de 60 aviões de transporte, centenas de empresas e uma fortuna de mais de US$ 6 bilhões, negócios que foram a principal inspiração para o filme "Senhor das Armas", estrelado por Nicolas Cage.

Suas aeronaves voavam do Afeganistão para Angola, levando todo tipo de mercadoria, de minerais brutos a flores, de equipamentos de perfuração a peixe congelado. Mas, segundo autoridades, a especialidade da rede era o comércio de armas no mercado negro, como rifles de assalto, munição, mísseis antiaéreos, metralhadoras para helicópteros e uma série de sistemas sofisticados de armas, quase sempre proveniente da Rússia e de países do Leste Europeu. As informações são da Associated Press.
Postar um comentário