segunda-feira, 9 de abril de 2012

Fim de greve dos professores da Rede Municipal de Lauro de Freitas


Os professores voltam ao trabalho e já na quinta-feira fazem uma nova assembleia

Redação Correio 

Os professores da rede municipal de Lauro de Freitas encerraram nesta segunda-feira (9) a greve em que estavam desde o último dia 2. Segundo Valdir Silva, coordenador do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Lauro de Freitas (Asprolf), a categoria resolveu encerrar a paralisação depois que uma lei com novos valores de salário foi aprovada pela Câmara de Vereadores.

"Mesmo discordando com vários pontos da lei e principalmente da maneira como a prefeita fez, retirando uma gratificação nossa e botando como vencimento básico, resolvemos aceitar para não prejudicar os demais trabalhadores, (a lei) veio unificando com todos os servidores do município", explica Silva.

Os professores voltam ao trabalho e já na quinta-feira fazem uma nova assembleia. A nova lei determina que o piso dos professores é de R$ 1.490 e adicionais de regência e extra classe nos percentuais de 25% e 6%, respectivamente.

A lei mantém abono de R$ 200 para professores do Ensino Fundamental 1 Infantil e Creche (40 horas). O menor salário de professor não graduado (nível médio) passa a ser de R$ 1951,90 e o salário de professor do Infantil graduado vai para R$ 3.205,35.
Postar um comentário

Na Realiza Cursos tem a profissão que coloca você no mercado de trabalho!