segunda-feira, 2 de abril de 2012

Tiroteio em universidade deixa mortos na Califórnia


UOL Notícias

A polícia confirma que algumas pessoas morreram após um homem armado abrir fogo contra uma universidade particular em Oakland, na Califórnia, na manhã desta segunda-feira. De acordo com a polícia, o suspeito de ser o atirador foi preso.

"Um eventual suspeito foi preso. Não há ameaça imediata para a segurança pública nas imediações", indicou a polícia de Oakland em sua conta no Twitter pouco depois do tiroteio.


Os agentes informam que o homem acusado foi detido em um estacionamento em um shopping próximo à universidade. Membros da polícia e da SWAT, a tropa de elite, buscam outros suspeitos e feridos na escola.

A porta-voz da corporação em Oakland, Johnna Watson, afirmou a jornalistas que "ainda não pode especificar" o número de mortos no tiroteio.

De acordo com o jornal "The Telegraph", os mortos seriam ao menos quatro. A agência de notícias Associated Press informa, citando fontes da polícia, que são cinco os óbitos. Pelo menos outras quatro ficaram feridas na ação e estão internadas em hospitais da cidade.

Segundo a descrição feita por testemunhas citadas pela TV local, o atirador seria um homem acima do peso com aparência asiática, que teria por volta de 40 anos e vestia roupas militares.

Emissoras de televisão mostraram pessoas feridas saindo do prédio da Universidade Oikos, enquanto outras macas entravam para fazer o resgate. Pelo menos cinco ambulâncias foram enviadas até o local.

De acordo com informações de seu site na internet, a Universidade Oikos oferece cursos de teologia, música, enfermagem e medicina oriental. O instituto de pequeno porte recebe alunos da comunidade coreana na Califórnia.
Postar um comentário

Na Realiza Cursos tem a profissão que coloca você no mercado de trabalho!