segunda-feira, 11 de junho de 2012

Prefeito de Teolândia vai processar Léo Santana e o Parangolé


por Fernanda Figueiredo
 Depois de se retirar do palco,após ter sido atingido por lama arremessada por alguém da plateia, o cantor Léo Santana vai ter que ajustar sua situação com a Prefeitura de Teolândia na Justiça. Segundo o site Junnior do Cavaco, o prefeito da cidade, Antonio Júnior, concedeu entrevista a uma rádio local e teceu duras críticas ao vocalista da banda Parangolé, por conta do comportamento dele na 8ª edição da Festa da Banana. Segundo o político, o pagodeiro "não está preparado, nem à altura da posição que ele se encontra”.

Segundo Antonio, após o episódio, ele ainda insistiu para que o artista voltasse ao palco, mas Léo alegou não "estar em condições psicológicas para retornar ao show" e pediu desculpas. Mas não será um pedido de desculpas que contentará o prefeito, que garantiu que a banda Parangolé não "voltará a Festa da Banana em hipótese alguma".

Antonio Jr. tomará uma atitude mais enérgica contra o "pití" do cantor. De acordo com o prefeito, a cidade vai tentar reaver o valor do cachê pago à banda, através da Jutiça. "O corpo jurídico do município já deu entrada a um mandado de segurança para restituir o valor do show que foi pago antecipadamente e que deveria ter duração de uma hora e trinta minutos, mas teve menos de 45 minutos", afirmou o Antonio Jr., ao apresentador Paulinho Santos, no programa “Giro 103”, da Vitória FM, na última quarta-feira (6). Além disso, a prefeitura irá mover, também, uma ação contra a banda Parangolé por danos morais e constrangimento que foi causado ao público presente.
Postar um comentário