domingo, 8 de julho de 2012

Globol: Emissora recebe críticas de novo por falar em transmissão ao vivo do UFC

Galvão "deu mole" e foi bombardeado nas redes sociais


Do Bahia Notícias
Galvão "deu mole" e foi bombardeado nas redes sociais
Mais uma vez a transmissão da Rede Globo em uma luta principal do UFC foi alvo de polêmicas. Durante a semana já tinha sido informado que a emissora não transmitiria ao vivo a luta entre o brasileiro Anderson Silva e o norte-americano Chael Sonnen, por razões contratuais. No entanto, o apresentador Galvão Bueno mencionou a transmissão como “ao vivo”, e gerou críticas dos fãs de MMA na internet. Pelo acordo assinado, a emissora não pode passar os eventos ocorridos no exterior ao vivo, e tem de aguardar pelo menos 30 minutos para incluí-lo em sua programação. Tudo isso para não repetir o erro de anunciar uma transmissão como ao vivo, mas exibi-la em VT, como ocorreu na luta entre Júnior Cigano e Frank Mir, em maio último, quando os fãs souberam da vitória do lutador brasileiro ao entrar na internet e ver os comentários nas redes sociais antes mesmo da transmissão da Globo começar. Boa parte dos fãs, então, já esperava pela transmissão “atrasada” da luta entre Spider e Sonnen, tanto que alguns internautas chegaram a “recomendar” no Twitter que, quem não quisesse saber do resultado do combate antes de ver na emissora (por assistir através do canal de TV a cabo em pay-per-view), deveria fechar o microblog. Mesmo assim, Galvão Bueno se descuidou em dado momento, e, após um comercial, retornou à transmissão dizendo: “voltamos ao vivo”, o que revoltou os fãs do UFC. No Twitter, foi criada a hashtag “GloboFail” (“Globo falha”, em tradução literal), e os fãs criticaram a postura da emissora.

Deixe o seu comentário e compartilhe!
Postar um comentário