terça-feira, 19 de março de 2013

Dentes perfeitos também precisam estar no lugar certo


Não são apenas as cáries que estragam a beleza do seu sorriso e a saúde de seus dentes. O mau posicionamento dos dentes nas arcadas atrapalha a estética e dificulta a mastigação, a higiene, a fala e, de quebra, ainda compromete as gengivas e a ATM, a articulação que existe na face, um pouco à frente das orelhas. Tanto é que tem adulto sofrendo de dores de cabeça, por exemplo, sem saber que a sua ATM está afetada por causa do mau posicionamento dos dentes, o que poderia ser tratado na adolescência. Por isso, é muito importante que eles estejam no lugar certo.

Falta de espaço

Este é um dos motivos mais frequentes para que os dentes não nasçam na posição correta. Às vezes, a menina perde um dente de leite antes do tempo e o espaço destinado ao permanente fica menor. Para outras, os permanentes são grandes demais para o tamanho da arcada. Hábitos como chupar dedo, apoiar constantemente o rosto na mão de um lado só, por exemplo, também contribuem para esse desarranjo geral.

Independentemente da causa, quem tiver os dentes desalinhados precisa consultar o ortodontista, que é o dentista especializado em colocar o aparelho. O tratamento, em geral, é feito por meio de aparelhos móveis ou fixos. Os primeiros ajudam no crescimento ósseo. Daí são mais indicados nos casos em que ainda existe possibilidade de aumentar a maxila, por exemplo. Nas meninas, o crescimento desse osso pode se estender até os 12 anos.

Já os fixos são indicados para quando o dentista precisa mexer na posição dos dentes, empurrando um pouco os que estão salientes, ou trazendo-os mais para a frente, ou ainda descruzando a mordida, isto é, quando os dentes inferiores se encaixam errado por cima dos superiores, entre outros problemas.

O tempo de uso do aparelho também vai depender do caso, do tipo de aparelho e em grande parte da colaboração do paciente. Isso quer dizer que se você, por exemplo, só usa seu aparelho móvel dentro da gaveta, o resultado do seu tratamento, claro, será igual a zero.

Será que preciso usar aparelho?

A melhor pessoa para responder a essa pergunta é o seu dentista. Depois de um exame clínico e da análise de suas radiografias, o profissional poderá dizer com certeza se você vai precisar ou não de aparelho ortodôntico para alinhar melhor os seus dentes. Em geral, ele é necessário quando...  Os ossos maxilares (superiores) e a mandíbula (inferior), nos quais se encaixam os dentes, não têm espaço suficiente para acomodar direito os permanentes. Nesse caso, pode ocorrer um apinhamento, quando os dentes se apresentam tortos, um em cima do outro.

• Há perda de espaço devido à queda precoce do dente de leite. Por isso, alguns dentes permanentes não conseguem nascer por falta de espaço e às vezes ficam retidos dentro do osso.

• A mandíbula está muito para trás ou para a frente em relação à maxila, impedindo que os dentes superiores se encaixem direito com os inferiores.

• A mandíbula está desviada para um dos lados, causando mordida cruzada.

• Os dentes da frente estão muito projetados devido ao uso de chupeta ou ao hábito de chupar o dedo na infância.

• A pessoa respira pela boca constantemente e, por causa disso, os dentes anteriores ficam projetados para a frente e o céu da boca fica muito fundo.

• A pessoa engole de forma inadequada, fazendo com que a língua se projete para a frente, alterando a posição dos dentes. De qualquer maneira, fica valendo o aviso lá de cima: ninguém melhor do que o seu dentista para avaliar o seu caso.

Sempre limpos

Quem usa aparelho precisa redobrar os cuidados com a higiene e com o aparelho propriamente dito.

• Peça ao seu dentista que a oriente na escovação de seus dentes com o aparelho. A técnica é diferente da que você está acostumada para higienizar seus dentes ao natural. Peça a ele que avalie, a cada visita, se você está escovando direitinho, principalmente no começo.

• Você pode comer de tudo, mas cuidado com alimentos duros como pipoca, amendoim, cenoura crua, entre outros, que podem quebrar as peças do aparelho. Chicletes e balas jujuba, por serem produtos pegajosos, assim como frutas fibrosas (abacaxi, manga), também dificultam a higienização do aparelho.

• Se você pratica esportes e usa aparelho móvel, lembre-se de retirá-lo na hora do jogo ou do exercício físico. Se você usa o fixo e pratica algum esporte de contato como futebol, basquete ou artes marciais, peça ao seu ortodontista um protetor bucal semelhante ao usado por lutadores de boxe. Para esportes individuais, como natação, essa proteção não é necessária.

Por: Silvia Fazano Lazzuri, ortodontista.
Fonte:Uol Noticias

Postar um comentário

Na Realiza Cursos tem a profissão que coloca você no mercado de trabalho!