segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Entenda como funciona a linguagem dos pensamentos

Google imagem
Entender a origem dos pensamentos, as emoções humanas e os fenômenos que interligam os neurônios no córtex cerebral são, sem dúvidas, saberes fascinantes, que o diga Augusto Cury, autor do livro “A sabedoria nossa de cada dia”- Os segredos do Pai-Nosso 2, aprendendo a superar os conflitos humanos.   
  
Paixões e tendências na construção dos pensamentos

Todo ser humano possui, como já comentei, uma ansiedade vital que estimula a leitura multifocal da memória, que transforma a mente humana numa usina ininterrupta de pensamentos, capaz de nos fazer resgatar o passado, antever o futuro, produzir idéias, criar, fantasiar, inspirar. Essa usina intelectual foi imprescindível para fazer florescer os primeiros raios da consciência de nós mesmo e da construção social.

A linguagem dos pensamentos pode ser usada para transmitir as informações lógicas ou ilógicas, as experiências objetivas e subjetivas. Entretanto, que tipo de informações ela transmite com mais eficiências? Sem dúvidas ais informações lógicas e as experiências objetivas. Para que? Porque entre outras causas, há um envolvimento da emoção e da nossa história da construção dos pensamentos.
Quanto maior for a emoção, mais contaminada será o espetáculo dos pensamentos, tanto para o bem quanto para o mal. Sob uma emoção altruísta, o ser humano pode ser complacente com uma falha inadmissível.  Sob as chamas do ódio, do fanatismo e do radicalismo, ele pode transformar um pequeno erro em num ato imperdoável.

Somos tão contrastantes que a classificação do Homo sapiens deveria ser alterada para Homo emocional-sapiens. Nossa sabedoria não é retilínea, tem o gosto das paixões e o sabor da história.
Como as informações lógicas têm um reduzido envolvimento emocional e histórico, elas são comunicadas sem grandes distorções.  Essa tese conseqüências gravíssimas em toda a história da humanidade e continuará tendo em nosso futuro.

Estimule um Palestino e um Judeu a conversarem sobre fenômenos físicos, químicos ou biológicos – sobre informações lógicas. Em minutos ou horas eles estarão falando a mesma linguagem e se entenderão.  Peça para conversarem sobre preconceito social, religião, direitos humanos. Em décadas talvez não se entendam, como tem ocorrido até hoje.

Um cirurgião pode operar um tumor cerebral em algumas horas, mas um psicólogo pode demorar semanas, meses e até anos para entender parcialmente os conflitos de um paciente. Tente explicar as suas magoas e frustrações para as pessoas que as causaram.  Talvez você não seja entendido e provavelmente criará atritos. Mas fale sobre números com ela e o consenso voltará rapidíssimo.

Não desanime quando não for compreendido em seu meio, pois diariamente milhões de pessoas sentem o mesmo. Falar sobre o mundo subjetivo e complicadíssimo. Não adianta reclamar dessa complicação, porque ela e fruto da nossa complexidade.  A linguagem dos pensamentos é fortemente influenciada por sutilezas, intenções subliminares, pontos de vistas, interesses tendências, culturas momentos existenciais.


Fonte: Trechos do Livro “A sabedoria nossa de cada dia” - Os segredos do Pai-Nosso 2

Autor: Augusto Cury
Postar um comentário

Na Realiza Cursos tem a profissão que coloca você no mercado de trabalho!