quarta-feira, 10 de agosto de 2016

A importância da oratória em uma dinâmica de grupo

“Expor as suas ideias de maneira direta e assertiva faz com que o avaliador perceba em você é uma pessoa que tem perfil de liderança”

Você entregou seu currículo, foi selecionado, passou na entrevista individual e agora chegou na dinâmica de grupo. Esta é sempre uma etapa complicada. Você precisa expor suas ideias de forma objetiva, precisa trabalhar em equipe com seus “concorrentes”, e só tem uma chance para mostrar tudo o que tem a oferecer para colaborar com a empresa.

Por mais que você tenha pego informações e conheça muito sobre a empresa em questão, de nada valerá se não conseguir expressar exatamente o que deseja. É nesse momento que a boa oratória fará toda a diferença. Expor as suas ideias de maneira direta e assertiva faz com que o avaliador perceba em você uma pessoa que tem perfil de liderança.

Habilidades em comunicação e liderança estão entrelaçadas. A pergunta é: você é um bom líder porque sabe comunicar ou sabe comunicar porque é um bom líder? A certeza é a de que a comunicação clara fará toda a diferença. Falemos de alguns pontos importantes para impressionar em uma dinâmica de grupo:

Prepare-se para as perguntas
Quando questionado sobre algum aspecto de seu emprego anterior, ou sobre alguma questão de seu currículo, lembre-se de que os recrutadores já leram seu currículo, e você deve trazer exemplos de situações e passagens de sua carreira. Não fique repetindo tudo o que está escrito no seu currículo. Afinal, se você chegou até essa etapa é porque a sua capacidade técnica já foi comprada.

Tenha postura confiante
Normalmente, nas dinâmicas em grupo, as pessoas são desafiadas a falar sobre si e a montarem uma apresentação com algum conteúdo criativo e relevante. Na hora da apresentação da ideia é que você deve prestar atenção nos detalhes da boa oratória. Não adianta ter todas as ideias na hora de planejar a apresentação se na hora de apresentar você não mostrar domínio e confiança.
Fale corretamente
Na hora de apresentar, você precisa tomar alguns cuidados: preste atenção nas regras da Língua Portuguesa. Se você falhar na pronúncia das palavras ou se equivocar em uma concordância, sua credibilidade pode ser abalada. Um simples erro de português pode fazer com que o avaliador troque você por outra pessoa presente na dinâmica.

Atenção à linguagem corporal
Outro ponto importante é a gesticulação. Quando estiver sentado, deixe suas mãos sobre a mesa, sempre visíveis. Alguns avaliadores não gostam quando você deixa as mãos embaixo da mesa, pois parece que está escondendo alguma coisa.

Tanto sentado quanto em pé, gesticule. Uma boa medida para saber se seus gestos estão acontecendo do jeito certo é compreender que se você estiver em uma mesa, como em uma reunião, por exemplo, seus gestos precisam ser mais contidos; e se você estiver apresentando em pé, para um público maior, os gestos podem ser mais amplos.

Fale claramente
Quando proferir suas frases, não se esqueça de fazer pausas. As pessoas só processam as informações apresentadas quando o orador faz pausas no discurso. Para fazer boas pausas, você deve evitar os maneirismos, mais conhecidos como vícios de linguagem como “ééé”, “tá”, “né”, “certo”, “ok”, etc.

Esses maneirismos roubam o tempo de pausa além de chamarem mais atenção do que a própria informação. DICA: normalmente, a pessoa que tem esses vícios não percebe que tem, por isso, é indicado que você grave sua voz (pode ser no celular) para saber se você repete alguma palavra, ou se algo chama mais atenção do que o conteúdo de seu discurso.

Seja simpático
Na dinâmica em grupo você deve interagir e apresentar seus pontos fortes para superar seus concorrentes à vaga, mas evite supervalorizar suas habilidades. Isso pode demonstrar a sua dificuldade de trabalhar em equipe e frustrar a tentativa de conseguir a vaga, por aparentar soberba ou arrogância. Como último ponto, destaco a importância do contato visual.

Faça contato visual
Quando responder as perguntas, certifique-se de olhar para todos os recrutadores. Não fique olhando para cima ou para o chão, nem para aquele recrutador que lhe parece mais amigo. Você precisa conquistar todos que avaliam você. Não olhar para um deles pode dar a ideia de que você não o prestigia e que a opinião dele não é tão importante quanto a dos demais envolvidos.

Treine

Siga essas dicas, apresente para pessoas de sua casa que tenha confiança (de preferência gravando em vídeo, mesmo que seja no celular) e esteja preparado para colocar em prática todos os tópicos aqui abordados na “hora da verdade”. Treinar as respostas e as posturas indicadas farão com que você fique mais seguro e autoconfiante, o que implicará diretamente em uma boa apresentação e, consequentemente, em uma comunicação livre de ruídos, mais objetiva e bem estruturada.

por Guilherme Miziara


Postar um comentário

Na Realiza Cursos tem a profissão que coloca você no mercado de trabalho!